sexta-feira, 22 de junho de 2007

Sexta-Feira, 22 – Programa "El Sur – O mito do povo"

18hs La Tierra Quema. De Raymundo Gleyzer (Argentina, 1964, 12min). Em espanhol sem legendas.

Los Inundados. De Fernando Birri (Argentina, 1961, 87min). Em espanhol sem legendas.

20hs

La hora de los Hornos . De Fernando Solanas, Octavio Getino e Grupo Cine Liberación Argentina (Argentina, 1967/1968 , 260 min.) Em espanhol sem legendas.

La Tierra quema De Raymundo Gleyzer (Argentina, 1964, 12min)

Texto: Víctor Pronzato (Proncet). Fotografia: Rucker Vieira. Som: Estudios Antártida Locutor: Rudy Carrie Laboratórios: Tecnofilm Produtor: Rodolfo Goldschwartz.

Realizado no sertão brasileiro, mostra a miséria e a fome de uma família camponesa. Como diz o dirigente Francisco Julião “que o mundo inteiro veja o nordeste brasileiro, é o seu espelho”.

Los Inundados De Fernando Birri (Argentina, 1961, 87min)
A partir do conto homônimo de Mateo Booz. Produção executiva: Edgardo Pallero e David Zwilich Direção de produção: Carlos A. Parrilla Assistente de direção: Bernardo Arias Direção de fotografia: Adelqui Camusso Câmera: Alberto Curchi Montagem: Antonio Ripoll Música: Ariel Ramírez Som direto: Jorge Castronuovo Elenco: Pirucho Gómez, Lola Palomba, María Vera, Roberto Pérez.

A luta da população de Santa Fé, Argentina, pelo ressarcimento econômico e pelo castigo dos responsáveis políticos de uma trágica inundação que já era esperada.

La Hora de los hornos: Notas y testimonios sobre el neocolonialismo, la violencia y la liberación. De Fernando Solanas, Octavio Getino e Grupo Cine Liberación Argentina (Argentina, 1967/1968 , 90 min.)
Roteiro: Fernando Solanas, Octavio Getino. Direção de produção: Edgardo Pallero assistente de direção: Gerardo Vallejo Direção de fotografia: Juan Carlos Desanzo Câmera: Fernando Solanas Montagem: Antonio Ripoll, Fernando Solanas e Juan Carlos Macias Música: Roberto Lar e Fenando Solanas Som direto: Octavio Getino e Aníbal Libenson Finalização: Fernando Solanas Elenco: Edgardo Suárez, María de la Paz, Fernando Solanas.

Clássico do cinema latino-americano, a trilogia La hora de los hornos, produzida e difundida clandestinamente na época, relata a história e condição política da Argentina, buscando encerrar fileiras na luta pela libertação do povo argentino. Esta primeira parte, constituída de um prólogo e treze notas, desvela a real situação da nação argentina e da América Latina: dependência. Dedicada a Che Guevara e a todos os patriotas que caíram na luta pela libertação indo-americana.

Nenhum comentário: